Red Magazine, come on speak now with us

Qual seria e melhor fonte de entretenimento da artista Taylor Swift se não uma revista escrita pelas suas maiores fãs? Bem-vindas a Red Magazine, a primeira revista online visando a apresentação de suas songs ao mundo fake, além de um espaço para uma interatividade entre nós, Taylor Swift Songs. Bem-vindas Swifties!

Radar Swift: THE RED TOUR

A Red Tour não começo a quatro meses e já pode ser considerada a melhor tourn do ano de 2013 (coincidência? acho que não.) A tour teve muita novidade e uma repercussão enorme pelo fato de ser totalmente diferente da Speak Now word tour que tinha uma inspiração em contos de fadas e uma parte teatral bem forte. 

 Depois de muita espera e níveis elevados de ansiedade, na noite do dia 13/03/13 em Omaha, Nebraska aconteceu o primeiro show da nova turnê da Miss Swift. A diferença com a Antiga Tour era visível tanto no cenário quanto no estilo  da sua primeira musica. 

STATE OF GRACE: A faixa inicial do álbum não podia ter outro destino no show do que a abertura e assim mostra como essa fase RED é diferente de todas as outras, Taylor começa a musica no alto da escadaria com seu já clássico chapéu preto e o microfone vermelho assim como todo o seu cenário e as suas emoções  State of grace é uma musica perfeita para a abertura da Tour, pois é animada e demostra claramente que o show esta apenas começando e ainda tem muita emoções para acontecer. 

HOLY GROUND: Talvez seja uma das musicas mais animadas do show, pois ela começa lenta e ate mesmo meiga e no meio vira uma explosão de sons e cores e com uma Taylor nada meiga batendo em uma especie de tambor gigante e levando a plateia a loucura com caras batendo em tambores quando então em pela suspensão.

RED: Finalmente a musica que da nome ao álbum começa e Taylor pega a sua guitarra vermelha pouco chamativa e o espetáculo fica por conta dos seus bailarinhos com grandes panos vermelhos dançando atras da Taylor.

YOU BELONG WITH ME: Alem de ser um clássico é a primeira troca de roupa do show, Taylor aparece com um vestido curto vermelho brilhante e luvas da mesma cor, o palco nessa parte do show se eleva e Swift faz uma coreografia muito fofinha com suas backing vocals. 

THE LUCKY ONE: Tem um inicio vintage com um vídeo de introdução onde Swift aparece em um tipo de camarim de um show na década de 70. O figurino dessa musica é o mais ousado que a Taylor já usou em apresentações  com um decote profundo e as pernas de fora a senhorita Swift mostra que cresceu nos últimos anos. A apresentação e cheia de bailarinos vestidos como nos anos 70. 

MEAN: Mean é a sexta musica do show é tem uma pegada toda meiga e um figurino ainda mais fofo que os outros, nessa musica Taylor usa seu clássico banjo e senta em uma especie de bau no meio do palco. Antes da já clássica musica, Taylor conversa com a plateia e mostra toda a sua simpatia e carisma.

STAY STAY STAY: é uma das músicas que a Taylor esta mais próxima de sua banda e ate encena com seu guitarrista algumas partes que rolam na musica, nessa musica tem um mini cover da musica Ho hey no topo da escadaria. 

22: Mais uma musica com um vídeo de introdução, nesse vídeo aparece  a família Swift, partes de seus clipes e da sua carreira musicas. Taylor volta para o palco com outro figurino e com uma coreografia com seus bailarinos, no meio da apresentação ela vai ate o B-STAGE e nesse caminho ela aperta a mão dos seus fãs e abraça alguns deles. Ao fundo partes do seu mais recente clipe é mostrada.

EVERYTHING HAS CHANGED: Essa é uma das musicas favoritas da Taylor nesse novo cd, e é também a musica que tem participação do seu amigo, o inglês Ed Sheeran. A musica é totalmente acústica e Taylor canta ela olhando para Ed enquanto o seu palco se eleva mais uma vez.

BEGIN AGAIN: Uma das musicas mais fofas do álbum Red tem uma apresentação igualmente amável e totalmente acústica onde a Taylor esta sentada em um banquinho com o seu violão e fala com a plateia antes de começar. 

SPARKS FLY: Essa musica tem o inicio no violão assim como a sua anterior, mas desta vez Taylor larga o palco para subir a uma plataforma e voar sobre o seu pulico enquanto dança e tem todos os holofotes e cameras apontados para ela. 

Agora vem I KNEW YOU WERE TROUBLE com toda sua magia e Taylor com dois figurinos na mesma apresentação. A musica tem toda uma pegada POP e um teatro enquanto Taylor mostra o quanto odiava/amava aquele problema. A musica tem uma batida eletrônica rápida e vários jogos de luzes assim com uma Catlin bem animada no seu violino. O figurino é uma questão aparte assim como sua coreografia muito bem elaborada e uma Swift sexy e raivosa no palco.

ALL TOO WELL é quanto Taylor volta ao palco com um vestido preto incrível e com o seu novo piano vermelho, desta vez ela tem um discurso emocionante e tenho certeza que todos podemos sentir a emoção por trás dessa musica e de todos os sentimentos que ela quer nos mostrar. Sei que já vimos Taylor chorando em muitos outros momentos e apresentações  mas em All Too Well é um choro que contagia a plateia e faz com essa musica seja um dos pontos altos de cada show.

LOVE STORY: Mais um clássico nesta noite, onde temos bailarinos sua “Introdução” e uma caixinha de musica no meio do palco da onde vários bailarinos saem incluindo a senhorita Swift que esta com um vestido branco simples e dança com seus bailarinos encenando mais uma vez esta linda historia de amor. 

TREACHEROUS: Vem com mais uma troca de figurino e desta vez a Taylor esta sem sapatos e sai de uma posta que estava escondida abaixo da escadaria central do palco. É uma musica calma apenas com a Taylor e sua banda, sem bailarinos girando no palco os jogos de luzes que tiram nosso foco. Uma coisa a reparar nessa apresentação é como Taylor parece estar em uma corda banca e isso nos remete aos sentimentos dela com relação a essa musica. Na metade da apresentação seus bailarinos surgem mas isso não tira o foco que esta nas alturas assim como Taylor.  

Estamos na ultima musica do show w somos levados ao mundo do circo com uma Taylor de (paquita da xuxa? hahaha) de mestre de circo. Essa apresentação é uma das mais divertidas do show por causa de todos os palhaços e de coreografias bem feitas e o clima magico que só Taylor e o circo podem trazer para um palco. Swift leva a plateia a loucura e a gritos enlouquecidos a cada parte do seu hit sobre nunca mais voltar com aquele cara. WE ARE NEVER EVER GETTING BACK TOGETHER fecha o show com chave de ouro. 

Por esses e outros tantos motivos a RED TOUR e considerada uma das melhores desse ano, mas eu e todas as outras Swifties esperamos ver isso pessoalmente no Brasil e ouvir o tão esperado ” Welcome to the RED TOUR Brazil” da nossa amada Taylor Swift. Espero que tenham gostados e nos vemos no próximo radar Swift, qualquer sugestão deixem no chat da Mod, no sb da mod ou ate mesmo no meu. Loves, Cristie Ulrich.

May 13 + 2 notes
Reblog

image

Quem diria que aquela garotinha que cresceu em uma fazenda de cultivos de árvores de Natal em uma cidade micro, se tornaria essa estrela que temos agora? Aquela que sofria bullying mas que era cheia de sonhos, cheia de vida e com talento de sobra, hoje, Taylor é uma das artistas mais jovens que com apenas 23 aninhos, já foi indicada a mais de 150 indicações e recebeu mais de 90 premios, chegando a ultrapassar artistas com anos e anos de carreira. 

Foi em 2007 que Swift ganhou seu primeiro prêmio “Breakthrough Video of the Year” pelo clipe de Tim Mcgraw no CMT Music Awards, e depois veio a indicação ao seu primeiro Grammy, mas acabou perdendo-o para Amy Winehouse. Em meio aos vários prêmios rendidos por “Fearless”, os de maiores destaques foram CMA Awards, “Álbum do Ano” no CMA Awards, os 4 Grammy Awards e houve também o “Melhor Vídeo Feminino” por “You Belong With Me” no MTV Video Music Awards - aonde Taylor teve o microfone arrancado por Kanye West enquanto fazia seu discurso de agradecimento - além de muitos outros, tudo isso em 2009. No ano seguinte, Taylor recebeu 4 entre os 8 Grammys que concorria na premiação de 2010, incluindo o “Álbum do Ano”. Em 2011 o album “Speak Now” rendeu uma indicação ao Grammy de “Best Country Album”, além do American Music Awards de “Favorite Country Album”, Billboard Award de “Top Country Album” e “Artist of The Year” no American Music Awards. Speak Now também entrou para o Guinness Book por ter sido o álbum digital mais rapidamente vendido por uma artista feminina e por ter mais músicas simultaneamente na lista Hot 100 da Billboard por uma artista. Em 2012, Taylor já começou detonando, vencendo duas vezes das três categorias que concorria no Grammy Awards 2012, tendo consigo 6 Grammys no total, além de ter lançado seu quarto álbum, RED, cujo atingiu o primeiro lugar no iTunes em 50 além de liderar a Billboard por semanas. Red tornou-se 4x platina mundial em apenas dois meses. Em 2013 Taylor ganhou seu sétimo Grammy e abriu a Turnê da Red Tour, que está tendo um sucesso implacável.

image

May 13
Reblog
May 13 + 11 notes
Reblog
May 13 + 6 notes
Reblog

"It was the end of a decade but the start of an age"

Olá Swifties mais lindas desse mundo. Moderação nova, cara nova!! Todo mundo deve saber que a antiga moderação estava inativa por 6 meses e segundo as regras da Originais Songs Central o período de 5 meses é suficiente para haver substituição, então eu, Samantha Jankowski, corri atrás disso pois eu já sou uma song efetiva há quase 2 anos e me partiu o coração ver as Songs às moscas como estava. Então lutei, esperei e quando consegui chamei as duas sobreviventes da antiga moderação para me ajudar: a Cristie Ulrich e a Taylor S. Flawless. Elas são responsáveis por me ajudar na hora de programar as novidades, tais como a nossa Revista Online e outras que estarão por vir. Hahah. Bem, eu estou SEMPRE aberta a novas sugestões então vocês podem sempre me dar ideias pelo scrapbook da moderação ou até mesmo pelo meu. Tentaremos sempre fazer o possível para agradar vocês. Nossa ideia para essa nova moderação, essa nova fase das Songs é o máximo de entrosamento possível. Todas nossas atividades são voltadas para fazer com que as meninas se aproximem ao máximo. Por isso criamos essa Revista Online.

A Red Magazine tem como o objetivo principal entreter vocês, songs queridas, e fazer com que vocês se conheçam. Vou aqui tentar explicar como vai funcionar a revista. Tentaremos postar a revista todo o mês, pedimos que quando isso não ocorrer vocês entendam que é porque nossas vidas lá fora nos chamam a atenção. A cada edição teremos “A song do mês”, teremos entrevistas e materiais exclusivos de nossa sister do mês! Também teremos colunas fixas como o “Top 13”, que promove um ranking entre um tema escolhido por mim, escritora da coluna. Nessa primeira edição o tema será Videoclipes da Taylor. Teremos o “ABC Swift”, escrito pela Taylor S. Flawless. A cada letra um tema ligado a Taylor Swift. Com a letra A para começar teremos o tema “Awards”. Teremos também a coluna da Cristie, o “Radar Swift” no qual ela vai falar sobre temas aleatórios que se relacionam com a Taylor. Essas três colunas estão sempre abertas a sugestões! Se quiser dar alguma ideia fiquem a vontade!! Agora vem o lance legal, nós planejamos tudo isso pensando na integração do grupo e com isso pensamos que no futuro seria legal se cada song tivesse uma coluna, mesmo que bem pequena. Se você gosta de escrever, editar, qualquer coisa, fala para a gente que vocês ganham uma coluna aonde vocês poderão mostrar um pouco mais de vocês. 

Bem aí está a primeira edição da Red Magazine, espero que vocês gostem das nossas ideias e propostas!!! Não deixem de comentar no chat!

May 13
Reblog